O Anjo da História

prof. Delmonte

A Ditadura Militar (1964-1985) e a Nova República (1985-hoje)  

A ditadura interrompeu um intenso processo de discussão sobre reformas sociais - as Reformas de Base do governo Jango (agrária, educacional, política, urbana) - que ainda hoje mereciam ser retomadas.

 

O Ato Institucional número 5 (AI-5) suspendeu o "habeas corpus" e legitimou a violência militar e policial contra todos. O falso "Milagre Brasileiro" atrasou nosso processo de desenvolvimento, aumentou a concentração de renda e aprofundou a miséria econômica e social.

Em plena década de 90, já na Nova República, o país ainda estava em campanha contra a fome de milhões de brasileiros. No início do século XXI o programa "Fome Zero" era a estrela da propaganda eleitoral. Até aquele momento, lutávamos ainda contra a mais básica das carências humanas.

Atualmente o país vive uma de suas piores crises políticas. A corrupção dos políticos e da iniciativa privada, sobretudo do grande capital, faz elevar a descrença nos partidos e nos políticos em geral e torna mais fácil o aparecimento de populistas ("salvadores da pátria") de diversos matizes políticos. O fortalecimento de nossa democracia passa necessariamente pela educação básica de nossa população. Como defendia o educador Anísio Teixeira: "Democracia é literalmente, educação".

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////